quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Novo documento do Vaticano diz que Lutero é "Testemunha do Evangelho"

Salve Maria!
Agora é o Pontifício Conselho para Unidade dos Cristãos que está ‘canonizando” o heresiarca Lutero. O material da semana de Oração para Unidade dos Cristãos, traz Lutero como heroi e ” Testemunha do Evangelho”. Se esse infame é considerado assim pelos que deveriam condena-lo, então segue o enterro…
Contra uma total apostasia, nos escudemos nas palavras de Nossa Senhora em Fátima.

EM ESPANHOL
La Santa Sede ha publicado el material para la Semana de Oración por la unidad de los cristianos. En el texto oficial se vuelve a reconocer a Lutero como «testigo del evangelio». Habrá una conmemoración conjunta de la Reforma protestante.
(InfoCatólica) El material del Consejo Pontificio para la Unidad de los Cristianos incluye el siguiente texto:
En 1517 Martín Lutero levantó preocupaciones acerca de lo que él consideraba abusos en la Iglesia de su tiempo haciendo públicas sus 95 tesis. 2017 es el 500 aniversario de este acontecimiento crucial en el movimiento de la Reforma que ha marcado la vida de la Iglesia occidental a lo largo de muchos siglos. Este acontecimiento ha sido un tema controvertido en la historia de las relaciones intereclesiales en Alemania también en los últimos años. La Iglesia Evangélica de Alemania (EKD) ha estado preparando este aniversario desde 2008, centrándose cada año en un aspecto concreto de la Reforma, por ejemplo: la Reforma y la política o la Reforma y la educación. La EKD también ha invitado a sus interlocutores ecuménicos en varios niveles a que ayuden a conmemorar los acontecimientos de 1517.
Después de extensos y a veces difíciles debates, las Iglesias de Alemania han alcanzado el acuerdo de que la forma de conmemorar ecuménicamente la Reforma debía ser con una Christusfest, una celebración de Cristo. Si se pone el énfasis en Jesucristo y en su obra reconciliadora como centro de la fe cristiana, los interlocutores ecuménicos de la EKD (católicos romanos, ortodoxos, baptistas, metodistas, menonitas y otros) podrían participar en las celebraciones del aniversario.
Si se tiene en cuenta que la historia de la Reforma se ha caracterizado por una dolorosa división, este es un logro muy considerable. La Comisión Luterano-Católico Romana sobre la Unidad ha trabajado mucho para llegar a un entendimiento compartido de la conmemoración. Su importante informe Del conflicto a la comunión reconoce que las dos tradiciones se acercan a este aniversario en una época ecuménica, con los logros de 50 años de diálogo a sus espaldas y con una comprensión nueva de su propia historia y de la teología. Separando lo que es polémico de las cosas buenas de la Reforma, los católicos ahora son capaces de prestar sus oídos a los desafíos de Lutero para la Iglesia de hoy, reconociéndole como un «testigo del evangelio» (Del conflicto a la comunión, 29). Y así, después de siglos de mutuas condenas y vilipendios, los católicos y los luteranos en 2017 conmemorarán por primera vez juntos el comienzo de la Reforma.
Cabe recordar que el Catecismo de San Pío X, definía así la Reforma protestante:
129. El Protestantismo o religión reformada, como orgullosamente la llaman sus fundadores, es el compendio de todas las herejías que hubo antes de él, que ha habido después y que pueden aún nacer pira ruina de las almas.
Fonte: http://infocatolica.com/?t=noticia&cod=28209 e Blog do Padre Marcelo Tenório

19 comentários:

  1. 4.411 – Mensagem de Nossa Senhora Rainha da Paz, transmitida em 03/01/2017

    Queridos filhos, peço-vos que mantenhais acesa a chama da fé em vossos corações, pois somente assim podeis manter a vossa fidelidade à Verdadeira Doutrina da Igreja do Meu Jesus. Não cedais às tentações do demônio. Ficai com Jesus. Acolhei Seu Evangelho para serdes salvos. Viveis no tempo das grandes confusões espirituais, mas o pior ainda virá. Haverá grande discórdia na Casa de Deus. A guerra entre a Verdadeira Igreja do Meu Jesus e a falsa igreja irá separar os Meus pobres filhos. Sofro por aquilo que vem para vós. Como vos adverti no passado, ficai com a verdade. Não cruzeis os braços. Meu Jesus precisa do vosso testemunho sincero e corajoso. Dobrai vossos joelhos em oração. Eu estarei sempre perto de vós. Eu vim do Céu para levar-vos ao Céu. Abri vossos corações e aceitai os Meus Apelos. Aqueles que permanecerem fiéis experimentarão a Vitória de Deus. Avante. Vossos nomes já estão inscritos no Céu. Cuidai da vossa vida espiritual, pois desejo ver-vos Comigo no Céu. Não recueis. Não desanimeis. A Igreja do Meu Jesus caminhará ao Calvário e será desprezada, mas somente Ela será Vitoriosa. Não vos esqueçais: A Igreja do Meu Jesus é Única e Sua Verdade permanecerá para sempre. Avante na verdade. Esta é a mensagem que hoje vos transmito em nome da Santíssima Trindade. Obrigada por Me terdes permitido reunir-vos aqui por mais uma vez. Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Ficai em paz.

    http://www.apelosurgentes.com.br/pt-br/mensagens/4411

    ResponderExcluir
  2. Mãe rainha rogai por nós! Q o discernimento e a sadoria não nos falte!⛪

    ResponderExcluir
  3. Heresia atrás de heresia. O que tinham na cabeça os cardeais que elegeram Jorge Bergoglio? Sinal dos tempos.

    ResponderExcluir
  4. Vcs são doidos. Hereges são vocês que condenam aquele que busca a conciliação mais que o isolamento. Vcs pregam o fanatismo, tal como os radicais islâmicos ou muçulmanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em muitos aspectos Lutero estava correto. O que determinou a Reforma como ruptura foram a intolerância do autoritarismo papão da época, a interferência politica dos príncipes dos territórios germânicos que combatiam ao caráter supranacional do papa do e os abusos, que fizeram os pobres, camponeses, aderirem em peso a uma proposta de misericórdia e graça divina como critério de salvação e não intermediação sacramental comprada, corrompida, alienada.
      No aspecto doutrinal, Lutero cometeu inúmeros erros. Todo erro, historicamente cometido pode ser corrigido. O Papa Francisco sabe disso e acredita que a chave seja a correção pela misericórdia, tolerância com o diferente e gestos de amor e paz.
      Se pretensas e questionáveis aparições de Maria discursar no caminho oposto, a obediência da Mãe se transformou em rebeldia e discurso contrário ao do filho. É ela disse: "Fazei tudo o que Ele voa disser!" E não: "Esqueçam o que Ele disse e façam o que eu disser!"

      Excluir
    2. Então, o Concílio Dogmático de Trento estava errado?

      Excluir
    3. Rogério. Pode nos chamar de intolerantes,fanáticos, e tudo o mais. Sua opinião não importa. O que importa é o depósito de fé. Você vai morrer e se ver com Deus. A igreja continua. E é baseado a sagrada tradição que nós, que você julga e condena como herege que lutamos para que você e seus filhos (se você tiver) sejam católicos.
      Me sinto lisonjeado com seus insultos pois, santo Inácio de Loyola, santo tomas de Aquino, são José Maria escriba, são Francisco de Assis, santa Teresa de Ávila, Bento xvi e tanto a outros ouviram a mesma coisa. Significa que estamos no caminho certo.

      Excluir
  5. Parabéns!!! Vida longa ao Papa Francisco...

    ResponderExcluir
  6. Não encontrei nenhuma fonte sobre isso....se alguém encontrar por favor poste ou me envie

    wesleynikeza@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. E, por acaso, o protestantismo teve bons frutos?

    ResponderExcluir
  9. Tenho visto principalmente naqueles que se dizem escravos de Nossa Senhora (e eu também sou), uma grande falta de sabedoria em criticar o Papa Francisco. Querem ser maiores que o Espírito Santo que é a Alma da Igreja. Não se guiam pelo Exemplo de Maria Santíssima, de obediência à igreja, em todos os lugares de suas aparições. SILÊNCIO, e não se perderão. Santa Teresa de Ávila dizia: "Prefiro errar com a igreja do que acertar sozinha". O Paráclito fala a Verdade a quem se esvazia das próprias verdades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A infalibilidade,não é pessoal, ela é uma expressão global (cardilenato) da Igreja, tendo o PAPA, como porta voz da decisão,não é, segundo leio,duma decisão monocrática, pois assim sendo, qual a finalidade dos Concilios, Sinodos,etc.

      Excluir
    2. Sim a infabilidade refere ao papa em fé e moral, conforme o concílio Vaticano primeiro. O concílio ganha proporção pois os bispos tem a infabilidade unidos ao sucessor de Pedro.

      Excluir
  10. Leiam o livro "Todos os caminhos levam a Roma" de Scott e Kimberly Hahn, ambos teologos luteranos que se converteram ao catolicismo depois de muitos anos lutando contra "as tentações" que vinham ao coração nesse sentido. Mas depois de muito estudo e oração começaram a perceber que a Verdade está na Igreja Católica. E fundamentalistas foram os seus antigos amigos que viraram as costas para eles por causa da conversão. E eu nunca vi um católico abandonar um amigo ou parente que se debandou para o protestantismo. Ou seja, quem é radical ou fundamentalista? Agora, quem estuda um pouco de teologia com os grandes nomes do catolicismo percebe os furos das ideias de Lutero. Leiam o livro. E depois, será que Jesus queria a divisão? Certamente que não, até mesmo fez uma forte oração pela unidade. Outra recomendação: façam os cursos do padre Paulo Ricardo, e só emitam opinião depois de uma fundamentação teológica razoável, para não sairem falando asneiras tipo "todas as religiões são boas" pois isso equivale a dizer que Jesus perdeu tempo sofrendo na Cruz junto a Sua Mãe Santíssima, que os protetantes gostam de chamar de prostituta. Ora, me poupem católicos fraquinhos na fé.
    Pedro Luiz

    ResponderExcluir
  11. Na verdade a reforma foi muito boa para a Igreja católica, pois só depois da reforma,a igreja começou a ver os fieis de outra forma,onde os "leigos" tiveram acesso a sagrada escritura.Agora mim responde irmão porque a igreja deveria condenar Lutero? Fico pensando nesses cristãos que só pensa em ter razão,SÓ LEMBRANDO QUE CRISTO PERDOOU QUEM TE NEGOU E O FEZ PAPA,e agora vc acha na autoridade de condenar? Vejo que falta muito para sermos imitadores de CRISTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine a seguinte situação. Seu vizinho coloca na sua porta um monte de coisas sobre você - reias e irreais- e convence seu filho que você é de satanás. Agora peca q seu filho te amar. Essa foi a primeira postura. A questão não é condenar ou não, mas como dizer que Lutero é testemunha do evangelho se ele deturpou a bíblia. Posso falar com propriedade vindo de família protestante. E de verdarde, está sendo confundido misericórdia com desleixo

      Excluir
    2. A reforma (que na verdade reforma seria se permanecesse na casa. O que houve foi a ruptura protestante) ajudou a explicar melhor a fé. Agora, dizer que foi boa para a igreja é a mesma coisa dizer que o adultério foi bom para o casamento, pois assim o marido experimentou e vou que a esposa dele é a melhor. O concílio de Trento e a reforma litúrgica que aconteceu levou a entender melhor a fé. Tanto que a quantidade de Santos são inúmeros do século xvi ao xx no Vaticano II. Não souba favor da instituição da liturgia de Trento, mas precisamos olhar a igreja que tem 2000 anos e nao a partir do olhar ideológico que se tem no Brasil, onde o Espírito Santo só agiu quando o "povo" começou a participar da missa. Como se eles nao fossem a missa, comungassem 3 outros mais. Participação dos fieis leigos já era prevista nos séculos anteriores. Agora quem quer que o leigo seja mais ativo na missa nao entendeu o papel do leigo.

      Excluir